A IMPRESSÃO DIGITAL DO CÂNCER DE MAMA

Sabia que o câncer de mama não é uma doença única e que cada tipo tem as suas características próprias?

Sabia que o câncer de mama não é uma doença única e que cada tipo tem as suas características próprias?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Cada câncer de mama tem sua “impressão digital”, que representa a expressão das suas características genéticas. A avaliação dessas características é feita através do exame de imunohistoquímica onde analisamos vários fatores intrínsecos das células tumorais, como: 

  • Receptores hormonais: presença de receptor de estrogênio e progesterona dentro das células;
  • HER 2: proteína que pode estar presente na membrana das células cancerosas e se relaciona a uma tendência de crescimento mais rápido;
  • Ki-67: avalia a taxa de proliferação das células cancerosas. 

A combinação da presença ou ausência de cada uma dessas características forma os diferentes tipos de câncer de mama, ou como costumo explicar, nos fala o sobrenome do câncer: luminal A, luminal B, HER 2 puro ou triplo negativo.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
E qual a importância disso?⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Essa “impressão digital” nos fala sobre o comportamento do câncer, como o risco de metástase em um determinado órgão, chance de cura, risco de recidiva ou agressividade. E, principalmente, norteia o tratamento quimioterápico e hormonal que podemos fazer, como os tipos de drogas que vamos usar, melhor momento para fazê-las, a resposta ao tratamento, entre outros.

01Banner-Home(Nayara)2

Agende sua consulta!

Agende sua consulta pelo WhatsApp!

Veja também

RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA E A MAMOGRAFIA

O câncer de mama é o tumor maligno mais incidente nas mulheres em todo mundo, excetuando-se os casos de tumor de pele não melanoma, sendo a quinta causa de morte por câncer em geral e a causa mais frequente de morte por câncer em mulheres.

Leia mais